domingo, 8 de maio de 2011

FIM DO ESTÁGIO: hora da despedida

Chegou a hora da despedida!
Levo no meu coração os vossos sonhos de crianças puras, sinceras, transparentes.
Vejo-vos como flores a desabrochar num jardim muito belo que jamais sairá da minha memória.
Sei que, gritei, berrei, zanguei-me.
Sei que não tinha esse direito, mas os adultos são assim!
Permanecerá a lembrança dos vossos rostos sempre sorridentes e felizes que compreendiam tudo silenciosamente, que acalmavam a minha injusta conduta de "adulto" para convosco.
Acima de tudo vejo a amizade, o carinho, a enorme ternura que sempre senti por vocês.
Por todos vocês!
Não esquecerei nem um de vocês, podem estar certos disso.
O eterno rosto pessoal, um a um.
Estou plenamente convicto que nesta hora do adeus desejo levar vocês para sempre comigo, prender a vossa atenção a tudo o que aconteceu e, acima de tudo, pedir a vocês desculpas.
O meu pedido de desculpa prima por ser autêntico, verdadeiro, sincero e, sei que todos vocês, sem esquecer um, me perdoará, com um abraço sem mágoa, pois são pessoas sensíveis, não só nas tristezas, mas também, nas alegrias da vida.
Fostes traquinos, inquietos, mas isso só vos dá um valor incalculável por amardes e nutrirdes pela existência de uma riqueza imensa.
As suas brincadeiras são fruto da vossa branda e doce altura para o fazer.
O vosso irreverente comportamento foi alvo de comentários em todos os pontos da escola. Talvez, não tivessem outro assunto para conversarem.
Para mim, como educador, mesmo que em formação, fico feliz pela compreensão, paciência e alegria com que aceitastes as minhas censuras aos vossos atos, talvez menos corretos, que assumi para convosco para melhorar a situação, embora, por vezes, a dureza das palavras exigisse outra solução mais entendedora e calma.
Cada gesto, cada palavra, cada som, cada atitude de vocês, serão preservadas como um tesouro imenso, uma riqueza incalculável, no meu coração.
Nesta hora da despedida, só me ocorre uma frase: OBRIGADO E ATÉ SEMPRE!


Nenhum comentário:

Postar um comentário